Comece a fazer seus próprios mapas

Nas últimas duas décadas, profissionais, professores e estudantes aprenderam a analisar dados e informações usando uma série de programas, principalmente àqueles do pacote Microsoft Office.

A falta de um software de mapeamento neste pacote restringiu as análises à elaboração de gráficos, quadros e tabelas. Portanto, os usuários desses programas não desenvolveram a habilidade da análise espacial, e até os dias atuais têm muitas dificuldades na elaboração de mapas. E, sem a utilização de mapas, as análises ficam incompletas e limitadas.

É importante que os analistas incluam, conforme destaca a Figura 1, os mapas em seus relatórios, possibilitando uma nova visão sobre os dados e informações analisadas.

Formas de analisar informações

Figura 1 – Formas de analisar informações

Para fazer o seu primeiro mapa, siga as instruções abaixo.

  • Faça download de shapefiles – https://gismaps.com.br/downloads/consumption-potential-index-ipc/
  • Faça download e instale o Gismaps Viewer – https://gismaps.com.br/gismaps-viewer/
  • Abra o Gismaps Viewer
  • Faça uma conexão com a pasta dos shapefiles
  • No menu principal, clique em Inserir e escolha o tipo de mapa a ser gerado (Mapa, Imagem, Etiqueta, Consulta e Temático)
  • Melhore a apresentação do mapa, selecionando cores e ícones mais apropriados
  • Finalize o mapa, ajustando zoom e tamanho das etiquetas
  • Exporte o mapa para outros documentos (use as teclas Ctrl + C e Ctrl + V para copiar e colar o mapa para documentos e apresentações)

Outras informações sobre a geração de mapas estão disponíveis nos tutoriais em https://gismaps.com.br/tutoriais/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *