Ferronorte – projeto, construção e operação

Atualmente, a Ferronorte conta com aproximadamente 750 km de extensão, interligando o terminal ferroviário de Rondonópolis (MT) à Malha Paulista no município de Santa Fé do Sul (SP) (Figura 1).

Traçado da Ferronorte

Figura 1 – Traçado da Ferronorte

Sua construção tem como objetivo principal o transporte de soja produzida no estado de Mato Grosso até o porto de Santos (SP). Ao longo de seu traçado é possível identificar, utilizando imagens de satélite, diversos terminais que fazem a transferência dos produtos entre os modais rodovia e ferrovia. A Figura 2 apresenta a pêra ferroviária, terminais e infraestruturas necessários para realizar esta transferência.

Terminal de Rondonópolis

Figura 2 – Terminal de Rondonópolis

As imagens de satélite permitem identificar outras informações sobre o projeto, construção e operação da Ferronorte, tais como:

  • Estudar a construção da ferrovia, envolvendo o traçado, aterros, cortes e obras de arte (Figura 3)
  • Verificar sua relação com as cidades e propriedades rurais, principalmente relacionada às passagens em nível e passagens inferiores
  • Analisar a operação da ferrovia, como tipo e quantidade de vagões, quantidade de locomotivas, descarrilhamentos

Ponte ferroviária sobre um rio

Figura 3 – Ponte ferroviária sobre um rio

As passagens em nível (Figura 4) estão relacionadas, majoritariamente, com as estradas ruas, já que a ferrovia é de construção recente e não cruza com cidades.

Passagens em nível

Figura 4 – Passagens em nível

As figuras apresentadas acima foram geradas a partir do Google Earth utilizando o seguinte arquivo:

Ferrovia Ferronorte (KML)
https://gismaps.com.br/downloads/ferrovia-ferronorte-kml/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *