Tipos de mapas (1)

Os softwares de geoprocessamento são ferramentas computacionais que facilitam muito a produção de mapas e a representação espacial de informações e dados cartográficos e alfanuméricos. Os usuários podem produzir três tipos principais de mapas: qualitativos, quantitativos ou ordenados.

Os mapas qualitativos são utilizados para representar fenômenos através de suas diferentes formas e distribuição espacial. Procuram responder perguntas do tipo “o que é” e “onde está localizado”. A Figura 1 apresenta as 27 Unidades da Federação e a localização das respectivas capitais.

Representação das capitais do Brasil

Figura 1 – Representação das capitais do Brasil

A Figura 2 apresenta as Unidades da Federação (UF) organizadas de acordo com as grandes regiões definidas pelo IBGE. Para a geração deste mapa de forma automática é necessário que cada UF esteja associada, no banco de dados ou no arquivo shapefile (DBF), à respectiva grande região. As UF que fazem parte da mesma grande região são agrupadas e apresentadas com a mesma cor.

Unidades da Federação organizadas por regiões

Figura 2 – Unidades da Federação organizadas por regiões

Símbolos com diferentes formas e cores são utilizados para facilitar a identificação e a diferenciação dos elementos do mapa. Podem ser configurados utilizando vários tamanhos, padrões, cores e espessuras.

Consulte os tutoriais do Gismaps Viewer para obter mais informações sobre a produção de mapas.

https://gismaps.com.br/tutoriais/

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *